• Leia a Revista Estudos de Psicanálise, do CBP-RJ on line e tenha acesso também ao acervo de revistas do CBP nacional.

Histórico da Revista Estudos de Psicanálise

Breve Histórico da Revista

Em 1956, o Professor Malomar Lund Edelweiss fundou o "Círculo Brasileiro de Psicologia Profunda" sendo que, suas origens remontavam ao "Círculo Vienense de Psicologia Profunda" (Igor Caruso/1947).

O "Círculo Brasileiro de Psicologia Profunda" era ligado à atividade científica de Caruso, tinha o objetivo de formar novos psicanalistas e reunia três grupos: Rio Grande do Sul, Guanabara e Minas Gerais.

Vários outros círculos de estudos foram formados em outros países, que se reuniram em uma Federação Internacional.

No Brasil, a necessidade de comunicação dos vários núcleos de estudos psicanalíticos deu origem ao "Boletim Brasileiro de Psicologia Profunda", ocorrendo o mesmo na Colômbia através dos "Archivos de Estudios de Psicoanalise y Psicologia Médica".

A publicação "Estudos de Psicanálise" foi criada em 1969 como uma ponte de união de interesses comuns entre esses dois países e, tornou-se o órgão oficial dos Círculos Brasileiro e Colombiano de Psicologia Profunda.

Foi definida como "uma publicação de trabalhos relativos às ciências ligadas à Psicanálise, a partir da Psiquiatria e Psicologia e, obediente ao princípio da critica dialética, aberta ao reexame de teorias e hipóteses, cuja superação tornará possível o progresso científico."

Em 1973, o Círculo Brasileiro foi ampliando sua atividade além do ponto geográfico de começo e passou-se a chamar "Círculo Brasileiro de Psicanálise".

Na 7ª edição, em 1975, a revista "Estudos de Psicanálise" passou a ser o órgão oficial do CBP.

Em, 1980, o CBP adquiriu um caráter federativo e, desde então, várias Sociedades passaram a integrá-lo.

Em setembro de 1996 foi lançada uma primeira edição do Índice Remissivo, que reuniu informações dos dezoito primeiros volumes (1969 a 1995) da revista Estudos de Psicanálise.

Mais do que um registro que agiliza a consulta à produção dos membros do CBP, o Índice Remissivo é uma Edição Especial que tem revelado o percurso do CBP como instituição e os caminhos de seu trabalho dentro do movimento da psicanálise no nosso país.

O Índice Remissivo faz referência tanto aos autores que contribuíram para a produção e manutenção desse projeto institucional, quanto delineia tendências teóricas ao relacionar os temas trabalhados nesse período de tempo.

Doze anos se passaram desde a primeira edição.

Nesse tempo a Estudos de Psicanálise alcançou um reconhecimento que lhe conferiu a indexação nas bases de dados CLASE (UNAM-México) e no IndexPsi Periódicos da Biblioteca Virtual em Saúde " Psicologia" (BVS-PSI)/ReBAP - Rede Brasileira de Bibliotecas da Área de Psicologia.

A revista é encaminhada como doação para todas as bibliotecas da ReBAP, que engloba mais de 150 bibliotecas em todos os estados brasileiros e já viaja para além de nossas fronteiras, para bibliotecas de outro países que nos solicitam.

Pode-se encontrá-la também em formato eletrônico na Internet, no portal BVS-PSI (www.bvs-psi.org.br).

Por isso podemos hoje afirmar, sem dúvida, que a Estudos de Psicanálise contribui para o avanço da Psicanálise e da Psicologia no Brasil e América Latina.

Lançamos em 2008 a segunda Edição Especial do Índice Remissivo, que resume o que foi produzido nesses doze últimos anos pelo CBP, registrado nos volumes 19 a 30 (1996 / 2007) da revista Estudos de Psicanálise.